Modernização da rede

Com o aumento das exigências regulatórias e adoção de novas tecnologias exigem novas soluções para apuração dos indicadores de continuidade, buscando agilidade nas demandas regulatórias e melhorias na eficiência das distribuidoras de energia.

Smart Grid

Digitalização da rede

Com foco em inovação, automação, digitalização e viabilizar novos investimentos em smart grid (redes inteligentes), muitas distribuidoras têm adotados plataformas de ADMS (Advanced Distribution Management System), acompanhando as tendências do setor elétrico em nível mundial e buscando otimizar a gestão de suas redes de distribuição.

Essa crescente complexidade de gerenciar redes de distribuição, concretizada com a implantação de ADMS, exige que as concessionárias busquem aprimorar seus sistemas, e em especial, novas soluções para apuração dos indicadores de qualidade de serviço e atendimento.

Por que as soluções atuais não atendem?

Alto acoplamento

As soluções atuais são altamente acopladas aos sistemas de operação (OMS), ou seja, qualquer alteração no OMS exige readequar a solução de cálculo de indicadores.

Alto grau de customização

As soluções utilizadas pelos provedores de ADMS exigem alto grau de customização para atender as especificidades regulatórias do Brasil.

Falta suporte as
distribuidoras no futuro

As soluções existentes muitas vezes não foram planejadas para se adaptar rapidamente a mudanças na regulação e não adotam melhores práticas para tratar grandes volumes de informações.

Os desafios

Mudança de abordagem

É necessária uma mudança de abordagem: trazer a preocupação com a entrega regulatória, que hoje está na ponta final do processo, para a parte inicial do processo, certificando que os insumos para o cálculo estejam consistentes.

O rigor regulatório

É necessário lidar com o rigor regulatório, agindo com agilidade e garantia da visibilidade dos impactos causados por mudanças na regulação. Desta forma, torna-se necessária uma nova abordagem, por parte das distribuidoras, que leve em conta as novas variáveis inseridas neste contexto.

Problemas operacionais

A dificuldade em garantir a consistência e a rastreabilidade dos dados, ainda resulta em penalidades para as distribuidoras ocasionadas por inconsistências na coleta, apuração, registro, armazenamento e informação dos indicadores de continuidade, identificadas em fiscalizações.

Como lidar com redução das despesas operacionais, melhora dos índices de DEC e FEC e evitar penalidades aplicadas por descumprimentos das normas regulatórias

O que esperar de uma solução de indicadores?

1 Solução estável e aderente à regulação do setor elétrico
Realizar os cálculos dos indicadores de continuidade em conformidade com as regras do Setor Elétrico vigentes
Atualização contínua e ágil diante das mudanças na regulação: é notável o aumento das exigências regulatórias no setor elétrico, exigindo das distribuidoras soluções que devem se adaptar a essas novas exigências rapidamente.
Deve suportar os processos das áreas desempenho da operação, qualidade e planejamento, de forma a orientar a tomada de decisão para promover ganhos de eficiência e melhoria na qualidade de serviço.
Subsidiar a tomada de decisão de investimentos.
Deve lidar com grandes volumes de dados e permitir o acompanhamento dos indicadores de qualidade a cada hora.
Deve suportar e dar transparência nas fiscalizações, possibilitanto facilmente a identificação de dados atípicos, geração de relatórios e exportação de informações.

INDEX

O INDEX é a solução de cálculo de indicadores de continuidade e serviço desenvolvida pela Imagem e que endereça os desafios da operação moderna.

Saiba mais
indicators